Dor de cabeça e Aneurisma Cerebral

Uma das maiores preocupações de quem sofre de dores de cabeça fortes e agudas é o medo de ter um aneurisma cerebral, felizmente, na maioria esmagadora das vezes é só mesmo o medo de ter aneurisma o que gera mais sofrimento. A dor de cabeça, a cefaléia recorrente é mais comumente enxaqueca ou alguma cefaléia primária, como cefaléia do tipo tensional, cefaléia em salvas, cefaléia do esforço benigna, cefaléias trigemino autonômincas.

A dor de cabeça pode ser de aneurisma quando ela apresentar algumas características, Uma dor de cabeça aguda, forte, descrita pelos pacientes como a pior dor de cabeça da vida da pessoa, muitas vezes até é a primeira dor de cabeça significativa da vida da pessoa. A dor é caracterizada por um início súbito, explosivo, rapidamente progressiva, diferente das dores de cabeça habituais do indivíduo. A cefaléia é chamada no ingles de thunderclap headache, traduzida como cefaléia do trovão ou trovoada, pois a dor de cabeça é tão forte e aguda que lembra mesmo o paciente de uma paulada na cabeça. A dor de cabeça pode estar associada a outros sintomas juntamente com a dor como desmaio, perda da consciencia, náusea e vômitos mais intensos que os habituais de uma enxaqueca prévia, visão dupla ou borramento visual (diferente de uma aura habitual da enxaqueca), pescoço duro, nuca rígida, perda de força ou sensibilidade em uma metade do corpo.

A dor de cabeça pelo esforço físico, chamada cefaléia do esforço é um tipo de dor que pode ser originada do aneurisma cerebral. Na maioria das vezes a cefaléia do esforço é benigna, ou seja, uma cefaléia primária, que a própria dor de cabeça recorrente é o sintoma principal da doença. Vários tipos de cefaléia do esforço podem ocorrer como a cefaléia da atividade sexual, quando a dor aparece na hora do orgasmo ou em outros momentos da atividade sexual. A cefaléia do esforço pode ser também ocasionada pela atividade física exaustiva, pela tosse, evacuação, espirro. Não devemos confundir a cefaléia do esforço com a piora da dor da enxaqueca com atividade física, no momento que ela ocorre, se o paciente fizer algum esforço exagerado a dor pode ser agravada momentaneamente. Exercícios físcos regulares são , no entanto, importantíssimos para a prevenção da dor de cabeça recorrente, das cefaléias primárias, da enxaqueca e cefaléia do tipo tensional.

Se você tem uma cefaléia desencadeada por um esforço físico procure um Neurologista especialista em dor de cabeça para um diagnóstico correto e tratamento adequado.